Escreva pra gente.

contato@nutricionistasfuncional.com

Se deseja agendar consulta, ligue.

61 3256.7447 | 61 99959.7447
 

Para tomar um café e comer pipoca, chega aqui.

Comércio Local QI 13, Bloco J, Sala 308
Lago Sul | Brasília

 

Cansou de assistir Netflix?

Ficar com dúvida engorda!

  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon
  • WhatsApp-icone2

© 2019 por BIUD Marketing

Cólica em bebês, como evitar e tratar?

Atualizado: 26 de Ago de 2019


Os primeiros meses e a possibilidade do bebê ter cólica deixa muita mãe de cabelo em pé nessa fase tão intensa da maternidade. E como podemos reduzir o quadro de cólica no pós parto?

Tanto na teoria quanto na prática é consenso que uma alimentação hipoalergênica está associada a menor quadro de choro do bebê.

Então quais são estes alimentos que atrapalham?

A resposta é que depende da mãe e do bebê, é individual e necessário que a mãe se conheça e também interprete no bebê as alterações associadas à dieta. Um alimento que piora o quadro de cólica de um bebê não é, necessariamente, o mesmo para o outro bebê.

De regra alguns alimentos são clássicos em dar gases e favorecer o aparecimento da cólica, são eles: feijão, repolho, brócolis, couve flor, cebola, alho, batata doce, carne vermelha, frutas cítricas, pimenta, farinhas com glúten e derivados do leite.


Como prevenir ou reverter cólicas:


excluir o consumo de açúcares e doces 1 mês antes da data prevista do parto para favorecer boa microbiota intestinal (bactérias saudáveis).


excluir o consumo dos alimentos relacionados a partir da data do parto.


garantir uma boa integridade intestinal pela alimentação e suplementos glutamina e probiótico de qualidade para a mãe.


lembrar SEMPRE de se auto observar para conseguir associar os alimentos que causam cólica no bebê.

1 visualização